Você Sabe O Que É Ergonomia Cognitiva?

Quando perguntamos para alguém que é leigo sobre Ergonomia, facilmente ela associa com a posição da cadeira e a postura adequada para se sentar. E ela não está errada. Isso também faz parte da ergonomia!

 

Porém, a ergonomia vai muito além de só se posicionar corretamente na mesa de trabalho. Ela envolve muitos outros princípios que são caracterizados em Ergonomia Física, Ergonomia Organizacional e Ergonomia Cognitiva.

 

E se você se preocupa com a saúde dos funcionários e quer garantir maior rendimento, precisa se especializar em Ergonomia Cognitiva, mais especificamente. Para que os funcionários se desenvolvam melhor no plano pessoal e também como colaboradores da empresa.

 

O que é Ergonomia Cognitiva?

 

A Ergonomia Cognitiva é uma das três áreas da ergonomia que precisa ser aplicada dentro de um ambiente de trabalho. Diferente das outras ergonomias, a cognitiva cuida da área emocional, mental e psicomotores.

 

É relacionada com o processamento de informação no contexto de tarefas e resolução de problemas que o indivíduo possui dentro da empresa. Os principais temas avaliados são percepção, atenção, memória e tomada de decisões.

 

Dessa forma, a Ergonomia Cognitiva gera mais satisfação e motivação profissional. Além também de melhorar a relação do homem com as máquinas e entre os colaboradores.

 

Com isso, melhora a qualidade de vida dos empregados e a performance de toda equipe, que se sente mais valorizada e alinhada com o propósito de toda empresa.

 

Como a Ergonomia Cognitiva Ajuda os Funcionários Dentro da Empresa?

 

Para você entender melhor como a Ergonomia Cognitiva vai ajudar os colaboradores dentro de uma empresa, precisa sobretudo saber que a ergonomia é uma ciência que estuda a relação do ser humano com os elementos de um sistema.

 

A Ergonomia Cognitiva estuda o desenvolvimento do homem na preparação e conclusão das tarefas em ambientes complexos, principalmente os que têm exigência de tempo, carregamento, transferência de informações e consciência situacional.

 

Isso constitui-se depois da percepção de inúmeros prejuízos em trabalhadores de todos os segmentos, inclusive os que relacionou a inúmeros acidentes decorrentes da falha humana.

 

Assim, são elaborados alguns métodos para trazer melhorias dentro do ambiente de trabalho e reparos para a execução das atividades que não causaram danos físicos e emocionais aos funcionários.

 

Benefícios da Ergonomia Cognitiva

 

Melhorias nas Funções Cognitivas!

 

Consequentemente, a Ergonomia Cognitiva oferece melhorias na cognição do ser humano. Melhora a percepção do indivíduo, a capacidade de executar e avaliar tarefas de acordo com os estímulos ambientais.

 

Além disso, melhora a memória e concentração, o que permite mais facilidade no aprendizado e no raciocínio rápido. Considerando-se que são habilidades importantíssima dentro de uma empresa.

 

Qualidade de Vida!

 

A Ergonomia Cognitiva cuida para diminuir o estresse no trabalho e o cansaço físico dos colaboradores. O que garante uma equipe satisfeita e previne dores e problemas emocionais, como depressão, ansiedade de mau humor.

 

Um ambiente saudável e agradável, possibilita que os funcionários se sintam bem para executar suas tarefas e realizados em fazer o que faz dentro da empresa. Isso aumenta o desempenho da equipe e gera realização profissional.

 

Aumento de Produtividade!

 

Estudos conferem a ligação entre o desempenho, uso de máquina e ergonomia cognitiva. Com os princípios da Ergonomia Cognitiva aplicada, os trabalhadores mostram melhor desempenho e menos erros.

 

Dessa forma, os trabalhadores cumprem metas e aumentam a produtividade, sem afetar a qualidade de vida.

 

O funcionário executa suas atividades com a eficiência que geram resultados para empresa.

 

Acaba com o Rotativismo!

 

Garantindo a qualidade de vida e o reconhecimento do funcionário, o rotativismo, as demissões e as faltas acabam. Os colaboradores trabalham mais motivados e com a sensação de ser um integrante importante para a empresa.

 

Inteligência Emocional Dentro do Ambiente de Trabalho

 

A sensação de bem-estar dentro do ambiente de trabalho, depende de fatores externos e internos que está ligado ao aspecto individual de cada pessoa. É necessário que haja um equilíbrio entre os dois, para que o funcionário se sinta realizado e bem dentro do seu local de trabalho.

 

E a única maneira que harmonizar os dois processos, é por meio do desenvolvimento da inteligência emocional. Investindo em programas que trabalham a área da emoção e que os capacitam de conseguir lidar com circunstâncias da melhor forma.

 

A Ergonomia Cognitiva cuida para que esse processo aconteça dentro das empresas!

 

Objetivo da Ergonomia Cognitiva!

 

A Ergonomia Cognitiva abrange muitas etapas para transformar o ambiente de trabalho e melhorar as condições de execução dos trabalhadores. Para isso acontecer, ela possui alguns objetivos que são definidos em:

 

  • Preservar a atenção;
  • Reconhecer e aprimorar a curva de atenção;
  • Aprimorar a memória;
  • Melhorar a psicomotricidade;
  • Promover conhecimentos;
  • Identificar tipos de inteligência;
  • Promover inteligência emocional;
  • Preservar saúde mental e física.

 

Ficou mais que claro que a ergonomia é um fator que deve ser bem desenvolvido dentro das empresas ou escritórios. E, a ergonomia cognitiva não pode faltar para melhorar o desempenho e a produção satisfatória dos funcionários.

 

2019-10-16T13:21:11+00:00
×